Notícias

Chapada Diamantina se consagra com os melhores cafés do Brasil

Antônio Laranjeira – 08 de novembro de 2022

Piatã vence em 1º e 2º lugar na Cup of Excellence, a “copa do mundo” dos cafés especiais.

Para quem aprecia um cafezinho, a Chapada Diamantina é um paraíso! | Foto: Divulgação

A Cup of Excellence, principal concurso de qualidade para café no mundo, premiou duas safras da cidade de Piatã, na Chapada Diamantina, Bahia. A edição do concurso teve 24 vencedores em 2022 e a próxima etapa é o leilão das sacas de grãos premiados.

Em Piatã, a cidade de altitude mais elevada do Nordeste, a 1.260 metros acima do nível do mar, os cafés especiais já receberam inúmeros prêmios, sendo várias vezes campeão baiano.

Em 2009, a cidade elegeu um café campeão e em 2022 repetiu o feito na Cup of Excellence, competição que ocorre também nos principais países produtores de café do mundo, além do Brasil.

Condições geográficas de Piatã garantem solo e clima especiais | Foto: Leo Freitas / Terroá Cafés

PRÊMIOS DO CAFÉ DE PIATÃ

A Cup of Excellence é realizada desde 1999 pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE). Em 2022, o evento de premiação foi realizado na cidade de Patrocínio, em Minas Gerais.

Em 2011, o café especial do município alcançou o segundo lugar nesta competição, superando produtores de regiões tradicionais do Brasil.

Após uma década de aprimoramento, Piatã, ao lado da cidade de Carmo de Minas, é considerada a origem dos melhores cafés do Brasil por experts no tema. Esse resultado vem dos investimentos em técnicas de agronegócio para um plantio que resiste à lógica de grande escala e gera desenvolvimento regional empregando dezenas de famílias.

Para os turistas, Piatã oferece a Rota do Café que permite ao visitante apreciar todo processo de produção, desde o plantio até a sua colheita, recebendo informações sobre as diferentes torras e características de cada bebida, e tendo a oportunidade de degustar o café, com uma boa prosa.

Fruto passa por etapas até chegar ao grão e ao pó | Foto: Leo Freitas / Terroá Cafés

Na Cup of Excellence 2022 o café especial produzido por Antonio Rigno de Oliveira Filho, na Fazenda Tijuco, em Piatã, com a nota 91,41 pontos, venceu em primeiro lugar. O segundo lugar ficou com o café produzido por Maridalton Silva Santana, no Sítio Bonilha, também em Piatã, que obteve 90,59 pontos em uma escala de zero a 100.

Na sequência, foram escolhidos em terceiro lugar Afonso Maria Vinhal, na Fazenda Recanto, Serra do Salitre (MG), com 90,53 pontos; em quarto lugar Homero Teixeira de Macedo Junior, na Fazenda Recreio (MG/SP), com 90,47 pontos; em quinto lugar Pedro Brás, na Casa Brás, em Vargem Bonita (MG), com (90,41 pontos).

LEILÃO DOS MELHORES GRÃOS

Na próxima etapa da “copa do mundo dos cafés”, entre 25 de novembro e 9 de dezembro, os 24 vencedores serão leiloados, via internet, no dia 1º de dezembro. No pregão, os principais compradores do mundo disputarão os melhores cafés brasileiros da safra 2022.

O preço de abertura de cada lote é de US$ 5,50 por libra-peso, o que equivale a cerca de R$ 3.900 por saca* de 60 kg – uma média de R$ 65,00 por kilo. O concurso também colocará à venda os Campeões Nacionais ao preço de abertura de US$ 4,50 por libra-peso, ou cerca de R$ 3.200 por saca* – uma média de R$ 53,00 por kilo.

Os valores alcançados devem ser bem superiores aos do mercado convencional, estima a Associação Brasileira de Cafés Especiais. Mais uma prova de que não só ouro e diamantes fazem a fama e a riqueza da Chapada Diamantina.

*Os valores das sacas em R$ mencionados podem ser ajustados à cotação em US$.

Quer saber mais sobre os sabores e os produtos da Chapada Diamantina?

Baixe o seu e-book do Guia de Viagem Chapada Diamantina.



Publicidade
Publicidade
error: Content is protected !!