Notícias

ICMBio lança o Guia “Acampando com Crianças”

Desafios, aventuras e descobertas: essa é a combinação esperada pelas crianças com a chegada das férias escolares do meio do ano. Para turbinar esse momento, o programa Criança e Natureza, do Instituto Alana, lançou no dia 15 de julho o guia Acampando com Crianças: acampar é viver uma aventura, tendo apenas a natureza e uns aos outros. A data coincide com o início da campanha Um Dia no Parque, uma iniciativa voltada para a promoção, conhecimento e valorização das Unidades de Conservação brasileiras. A publicação tem o apoio da Coalizão Pró-Unidades de Conservação da Natureza, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), MaCamp e Outward Bound Brasil.

O guia tem como objetivo incentivar famílias a experimentarem uma maneira pouco frequente de incluir natureza na vida das crianças brasileiras, que é acampar em áreas naturais protegidas, como as Unidades de Conservação Federais do ICMBio. A publicação traz uma lista de Parques Nacionais disponíveis para acampar com diversas informações das unidades. Também cita as unidades que não possuem espaço de acampamento, mas com boa estrutura no entorno. Um dos exemplos listados na publicação é a Floresta Nacional de Brasília, que oferece acampamento em meio a um bosque de eucaliptos, além de espaço para piquenique e banheiro.

Na listas de Parques Nacionais para acampar há o das Emas, da Chapada Diamantina, do Caparaó, do Superagui, do Itatiaia e da Serra dos Órgãos com bons espaços de camping. O Parque Nacional do Superagui, que está localizado no litoral norte do estado do Paraná, oferece 38 km de praias desertas, além da observação de fauna (aves, mico-leão-da-cara-preta) e flora (restinga baixa e alta, bromélias e orquídeas).

Estudos recentes apontam que o contato diário com a natureza, especialmente por meio do livre brincar, ajudam na promoção da saúde física, mental e no desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais, motoras e emocionais das crianças. A publicação também ressalta a importância do desemparedamento da infância, para que meninos e meninas possam crescer saudáveis e desenvolver um vínculo afetivo com o mundo natural.

Segundo a coordenadora do programa Criança e Natureza do Alana, Laís Fleury, acampar em família é uma experiência transformadora, não só para as crianças, mas para os adultos também. Para ela, as crianças aprendem a reconhecer suas possibilidades e limites, exercitando a autonomia e lidando com riscos. O Brasil é um país com muito potencial para a atividade de camping em áreas naturais, com clima propício e lugares incríveis, como parques nacionais, ressalta a coordenadora do Alana, que é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, que aposta em programas que buscam a garantia de condições para a vivência plena da infância.
Publicidade
Publicidade