Notícias

segunda-feira, 4 setembro, 2017 às 10:55 | Atualizado em: 5 setembro, 2017 às 9:50

Conheça o Dr. Áureo, o médico que escolheu o Vale do Capão para viver e curar

Sua medicina é integrada à natureza e à sabedoria popular


Por Renata Matos


Com um sorriso no rosto e uma energia contagiante, Áureo Augusto Caribé de Azevedo, ou mais conhecido como Dr. Áureo Augusto, não disfarça ao falar do seu amor pelo Vale: “As pessoas me perguntam: você é louco pelo Capão? Sou, Sou sim! Eu não estou dizendo que os outros lugares não são bons, eu estou dizendo que aqui é de lenhar!!!” sorri ao afirmar.

guia-chapada-diamantina-aureo-3

Dr. Áureo Augusto. Foto: Ana Luz.

Nascido em Salvador, em janeiro de 1953, Áureo conta que desde criança sabia que seria médico. “Aos 6 anos de idade, tive reumatismo com dores articulares, fui ao medico e ele perguntou para a minha mãe o que tinha. Eu disse: dores articulares. Ele sorriu e perguntou se eu sabia o que era articulação, e eu respondi: eu sei o que são articulações e sei que elas são móveis, imóveis e semimóveis. Ele se surpreendeu e eu disse: eu vou ser médico. É uma coisa que está no meu sangue.” Concluiu Áureo.

Entrou na Universidade Federal da Bahia em 1971, conheceu a Macrobiótica – tipo de medicina que aborda um estilo de vida em harmonia com a natureza, aliado a uma alimentação simples, equilibrada e balanceada – e a Naturopatia – sistema de medicina baseado na cura pela natureza, a partir da compreensão do corpo, da mente e do espírito – por conta de uma disfunção intestinal que ele tinha desde criança. Com a Macrobiótica, obteve melhoras e também algumas sequelas. Quando conheceu a Naturopatia, enfim, conseguiu curar-se. O que levou o médico a aprofundar seus estudos nesta área foi uma viagem para o Chile para trabalhar na clínica do Dr. Manuel Lazaeda Charan, onde passou um ano.

No Brasil, Dr. Áureo Augusto já era conhecido como parteiro, onde planejava e acompanhava os partos naturais em domicílio. A pedido dos próprios pais a quem ele atendia, começou a tratar crianças com medicina natural. Não demorou para aparecerem mais e mais pessoas para serem atendidas. “Quando eu voltei do Chile, estava mais seguro para atender em medicina natural. As críticas foram importantes para o meu crescimento”, complementa Augusto.

Mas antes da viagem para o Chile, um amigo já havia falado de um lugar mágico para Áureo. Era o Vale do Capão…

“Na minha saída para o Chile, prometi que no meu retorno iria conhecer o Vale. E assim aconteceu. Foi interessante, porque uma semana antes de viajar eu disse para minha esposa (da época): Eu vou morar neste lugar. Ela respondeu: você é maluco, ainda nem conhece… Mas quando chegamos no Vale, ela disse, sorrindo: vamos viver aqui. Nós nem saímos pra passear, fomos direto procurar uma casa.” Relembra sorridente.

O Capão na década de 1980 era uma vila pequena, de pessoas humildes, com poucas casas, porém fascinante, tanto pela beleza natural quanto pelas pessoas que ali viviam. E foi onde Áureo, sua família e alguns amigos construíram uma comunidade chamada Lothlorien. Ali, Áureo passou a fazer atendimentos gratuitos na comunidade, conheceu e ficou conhecido por muita gente. Foi com essas pessoas que aprendeu a plantar e conheceu muitas ervas medicinais que usa até hoje, principalmente com os moradores mais antigos.

guia-chapada-diamantina-aureo-1

Construção da Lothlorien, nos anos 80. Foto: Arquivo pessoal.

A medicina de Áureo e o posto de saúde

Hoje, Dr. Áureo é conhecido nacionalmente e internacionalmente. Atende a pessoas de todo o mundo que viajam para o Vale do Capão em busca deste conhecimento. Também aprendeu ao longo da vida que nada é mais complexo do que o ser humano, e que nenhuma ciência é grande suficiente para ser utilizada sozinha na cura de alguém.

Áureo atua com medicina interativa, utilizando diversas fontes de tratamento. Há onze anos trabalha no posto de saúde da família do Vale do Capão, que se tornou referência pela Secretaria de Saúde do Estado e possui um programa de estágio com a Universidade Federal da Bahia, proporcionando a vinda de jovens formandos do Brasil inteiro para o Capão.

Ao falar do trabalho no Posto, o médico se emociona, conta como a equipe é dedicada, unida e focada.

Áureo e sua equipe no Posto de Saúde do Vale do Capão. Foto: Arquivo pessoal.

Áureo e sua equipe no Posto de Saúde do Vale do Capão. Foto: Arquivo pessoal.

“A solução real para a saúde não é a tecnologia.  Ela é importantíssima, mas a atenção básica é mais importante.” Afirma Áureo ao falar do trabalho no Posto de Saúde e complementa: “Precisamos de risos de crianças, pessoas conversando, deste sentimento de proximidade. As pessoas vão ao posto fora de seus dias de consulta, apenas para conversar. Isso acontece porque aqui elas se sentem em casa e isso é essencial. A comunidade tem que se sentir acolhida.”

 

Canal no YouTube

Inquieto e com o desejo de que as pessoas entendam como funcionam seus próprios corpos, Dr. Áureo iniciou um canal no YouTube onde fala sobre medicina natural, dá dicas e ministra um curso gratuito.

guia-chapada-diamantina-aureo-4

Ao perguntar sobre o canal, ele gargalha e nos conta: “Agora estou todo metido…! Meu filho Áureo Pietro me falou que eu deveria dar cursos porque eu sei de muita coisa. Mas eu percebi que muitos não poderiam comparecer pessoalmente por conta da distância, ou porque não tem dinheiro para pagar, e eu acredito que todas as pessoas merecem ter esse conhecimento.” Afirma e complementa: “Eu quero que as pessoas entendam como funciona esse negócio, qual é a base teórica disso. Se vc tem a teoria por si só ela é incompleta, mas se vc tem ela aliada a sua prática, fica mais rica e ela te ajuda a não se surpreender com o novo. As pessoas precisam ver o corpo como ecossistema, existe uma estrutura, um tipo de pensamento que é a vitalidade, a energia vital, e a gente tem que ficar pensando nisso e vamos trabalhar este ecossistema com a alimentação como base e procedimentos..”

O Vale do Capão deu a Áureo Augusto Caribé Azevedo um lugar para que ele possa viver e curar. Atualmente muitas pessoas conhecem o Capão como um ambiente esotérico, mágico, um local de autoconhecimento. Não é a toa que este é o lar de Dr. Áureo.

“O povo do Capão me ensinou como é possível ser feliz e que eu não tenho a obrigação de salvar o mundo. Me disseram, sutilmente, que eu não preciso correr. Me ofereço de coração aberto a esta comunidade a quem sou grato, muito grato.”


  • Acesse também
    Guia Lençóis

    notícias atualizadas
    semanalmente com
    conteúdos exclusivos.

    Visite
  • Compre o
    Guia Impresso

    Compre aqui e receba em
    casa seu guia com 204
    páginas + pôster com
    mapas!

    Comprar
  • Baixe agora!
    É grátis

    Smartphones
    e tablets

    IOS e ANDROID

    Experimente
  • Loja
    Virtual

    Produtos exclusivos
    da Chapada Diamantina.

    PARA TODO O BRASIL

    Visite

Mais redes sociais:

Conte pra nós

O que você gostaria de fazer na Chapada Diamantina?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Previsão
do tempo