Notícias

Zeca Baleiro, Marina Lima e Scambo estão confirmados para o Festival de Igatu

Nos dias 25, 26 e 27 de agosto, a Vila de Igatu, localizada no município de Andaraí, na Chapada Diamantina, irá receber a 4ª edição do Festival de Igatu. Com o tema “Amizade e memória tecendo o futuro”, o evento contará com os shows de Zeca Baleiro, Marina Lima, Del Feliz, Alexandre Leão, Banda Scambo e Confraria da Música, além da Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba),  que se apresentará na centenária Igreja de São Sebastião.

Repetindo o sucesso do ano passado, a quinta feira será dedicada aos artistas locais, com apresentações do Núcleo de Cidadania dos Adolescentes de Andaraí (NUCA), Grupo Cultural das Furiosas, Pedro Sibas e o Sarau Pop. No evento, além da boa música, durante os três dias serão oferecidos à comunidade e aos visitantes diversas oficinas e workshops de dança.  O apresentador Jackson Costa será o mestre de cerimônia desta edição. Em breve, divulgaremos o dia exato de cada uma das apresentações.

Zeca Baleiro, Marina Lima e Scambo são algumas atrações confirmadas para esta edição

Zeca Baleiro, Marina Lima e Scambo são algumas atrações confirmadas para esta edição

Sobre Igatu 

Vila de Igatu | Foto: Açony Santos

Vila de Igatu | Foto: Açony Santos

Nos tempos áureos do garimpo, a antiga vila Xique-Xique de Igatu, hoje distrito de Andaraí, era um dos locais mais povoados da região, com cerca de nove mil habitantes. Igatu viveu o apogeu e a decadência da exploração de minérios, deixando os sinais de sua história estampados na arquitetura e no estilo de vida dos moradores. Chegou a possuir cinema, loja de produtos importados e uma usina de energia elétrica. Também foi um dos maiores produtores mundiais de carbonado, atendendo à demanda das construções do Canal de Panamá, Metrô de Londres e os túneis que cortam os Alpes europeus. Já a sua produção diamantífera, esteve mais voltada para a indústria de joalheria.

As ruínas das casas de pedra do distrito integram um Conjunto Arquitetônico, Urbanístico e Paisagístico tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). O lugar ainda dispõe de um Parque Urbano de Preservação Ambiental, Histórica e Lazer, criado em 2007 para proteger as ruínas do bairro Luís dos Santos e as áreas internas dos afloramentos rochosos da Manga do Céu, situados entre o antigo garimpo do Verruga e a parte norte da subida da Barriguda. É nas ruínas que está o principal aquífero do distrito e representantes típicos da flora, por isso é um dos espaços de maior beleza cênica de Igatu.

O museu a céu aberto intitulado “Galeria Arte e Memória” se soma a esse rico acervo, ao guardar utensílios do garimpo e sediar exposições temporárias de artistas plásticos renomados. Com seis cachoeiras ao seu redor, Igatu também é um dos destinos preferidos para quem curte escalada e boulder. A festa de São João, de São Sebastião e o Festival de Igatu são destaques no calendário de eventos.


Onde Ficar     Onde Comer     Agências de Turismo     Compras e Serviços


 

Publicidade
Publicidade