Notícias

DIA DA CHAPADA DIAMANTINA – 11 DE ABRIL

Um dia em que é celebrada uma das regiões mais encantadoras do Brasil e do mundo. Desde 2018, o 11 de abril passou a ser o Dia da Chapada Diamantina, fazendo parte do calendário oficial de eventos do Estado da Bahia.

A importância natural, histórica e cultural da Chapada tem sido reconhecida a cada dia, o que atrai cada vez mais visitantes, estudantes e pesquisadores para este santuário ecológico.

Campanha Flora Comunicação-desde 2013

E para a celebração deste dia, a Prefeitura de Ibicoara, através da Diretoria Municipal de Cultura, em parceria com o grupo JIVA (Junta Independente Voluntária Ambiental), estará promovendo um Encontro Online, com a presença de diversos convidados do nosso território. Uma iniciativa para promover a discussão de propostas e projetos que fortalecem a Chapada Diamantina enquanto um destino turístico que se compromete com seu patrimônio natural e cultural.

Fumacinha, Ibicoara – Foto: André Rhomero


“Para nós, que vivemos nesse Santuário Natural, é mais do que um direito, é um dever, celebrar essa importante data, através de ações e atividades sustentáveis, em parceria com entidades públicas e privadas, em benefício de todos os municípios que compõem a região. Celebremos esse lindo Ponto Verde do nosso planeta!

Viva a Chapada Diamantina!!!” diz André Rhomero, Diretor de Cultura de Ibicoara.

O evento acontecerá Domingo, das 16:30h às 18h e 19:30h às 21:30h, na página “Cultura Ibicoara” (YouTube – https://www.youtube.com/channel/UCmPssOVAEsyGv41jRiQdjSA),

PROGRAMAÇÃO DO ENCONTRO “DIA DA CHAPADA DIAMANTINA”

DOMINGO – DIA 11/04/21

1ª parte: 16:30h às 18h

Tema: Dia da Chapada Diamantina, como data comemorativa no calendário oficial de eventos do Estado da Bahia, de acordo com a lei 13.739 de 5 de julho de 2017.

Com a participação de representantes da Governadoria, da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, do Colegiado Territorial da Chapada Diamantina, do Consórcio Chapada Forte, da Junta Independente Voluntária Ambiental e consultoria jurídica.

2ª parte: 19:30h às 21:30h

Tema: Visões Múltiplas da Chapada Diamantina. História, Cultura, Arte, Ecoturismo, Antropologia, Arqueologia, Biologia, Comunidades Indígenas e Quilombolas e Educação Ambiental.

>>>> PARTICIPAÇÕES ARTÍSTICAS DE ANDRÉ RHOMERO, ROBERTO GOMES E HUGO LUNA <<<<

Com a participação do ICMBio, Guia Chapada Diamantina, Grupo JIVA, COMTUR, Câmara Técnica de Turismo, artistas, cientistas e membros de culturas originárias, tradicionais e populares.

Três Irmãos – Foto: Açony Santos


A ORIGEM DA DATA

A escolha da data faz alusão à ocasião em que a cidade de Seabra passou a ser o centro administrativo e político da região, no ano de 1966. Sob esta justificativa, a JIVA (Junta Independente Voluntária Ambiental), que há anos atua em projetos socioambientais na região, deu início a um abaixo assinado, com a proposta da instituição da data, em Praça Pública, no município de Seabra, durante a Semana de Meio Ambiente, a qual foi aderida por mais cinco municípios: Lençóis, Palmeiras, Iraquara, Andaraí e Barra da Estiva.
Em menos de 15 dias foi levada à ALBA – Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, onde o Projeto de Lei foi aprovado por unanimidade e sancionado pelo Governador do Estado, Rui Costa. Desde então, foi instituído no calendário oficial de eventos do Estado da Bahia, o Dia da Chapada Diamantina, a ser comemorado anualmente em 11 de abril.

Através da Fanpage da JIVA, será possível acompanhar textos e artigos sobre estudos que cercam a Chapada Diamantina atualmente nas áreas da geologia, arqueologia, cultura e história. Os conteúdos que estarão disponíveis são:
– Sociedade Brasileira de Geologia na Chapada Diamantina;
– Geoparques na Chapada Diamantina, com foco no Geoparque Serra do Sincorá, dirigido por Renato Azevedo;
– Circuitos Arqueológicos da Chapada Diamantina, do professor Carlos Etchevarne;
– Resgate da Estrada Real (Norte), entre Rio de Contas e Jacobina;
– Formação histórico cultural da Chapada Diamantina, do historiador Delmar Araújo;
– Guardiões da Chapada Diamantina, de Blandina Viana em parceria com a UBFA;
– Geologia da Chapada Diamantina, de Rodrigo Valle Cesar
– Expedição dos Circuitos do Ouro e Diamante.

Publicidade
Publicidade