Notícias

A Casa do Patrimônio de Lençóis oferece aulas gratuitas de capoeira

Turma do primeiro dia de treino. Foto: Reprodução

Turma do primeiro dia de treino. Foto: Reprodução

O QUE: Nigôlo Capoeira Angola

ONDE: Casa do Patrimônio de Lençóis

QUANDO: às terças e quintas feiras, das 18h às 20h30

COMO: aberto e gratuito para todo público com prévia inscrição

 

A Casa do Patrimônio de Lençóis da Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) na Bahia, em parceria com o Movimento de Capoeira Angola Nigôlo e Ponto de Cultura Oca da Minhoca, oferece: Realização e prática da Capoeira Angola Nigôlo “pela harmonia do ser”, com Mestre Lua Santana. As aulas incluem os movimentos corporais e conhecimentos práticos dos instrumentos e das rodas, além de conversas sobre essa poderosa manifestação da Cultura Nacional, que está hoje registrada como Patrimônio Imaterial do Brasil e da Humanidade.

Mestre Lua Santana é capoeirista, escultor, multi‐instrumentista, compositor, agricultor, agro-reflorestador, agro-ecologista e bioconstrutor, despontando como “tesouro vivo”, segundo a Unesco, na condição de representante, guardião e transmissor de um conjunto de saberes e fazeres tradicionais da Cultura Popular de Tradição Oral Afro-brasileira, em particular a Capoeira Angola. A trajetória do Mestre está marcada pela iniciativa e participação em diversos projetos, tais como Minhoca (Ponto de Cultura “Oca da Minhoca”, em Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina, Bahia) e Permangola, no Kilombo Tenonde, em Valença, na Bahia, entre outras atividades voltadas à promoção da preservação do meio ambiente e à salvaguarda dos saberes da Capoeira Angola.

Mestre Lua é praticante de uma Capoeira estreitamente vinculada à terra e a seu relacionamento pessoal com ela, da qual procura viver e ressaltar o caráter holístico, encarando a vida como um ciclo, uma passagem, como tudo o que vive e respira, no sentido que o Homem vem da Terra e a ela retorna. Para ele é importante alinhar o corpo e seus pontos de energia com os pontos de energia da terra como agente vivo e promotor da sustentação do Planeta. Observar os treinos e as vivências que proporciona a seus aprendizes é uma experiência ideal para os amantes da Natureza, da História, da Cultura de nosso povo, para a comunidade e os viajantes de Lençóis e da Chapada Diamantina.

O espaço é aberto e a participação é gratuita para todo público, mediante prévia inscrição apenas em razão das limitações do espaço físico. Quaisquer dúvidas ou comentários podem ser comunicados a Maria Paula Fernandes Adinolfi, Antropóloga/Técnica em Ciências Sociais, Casa do Patrimônio de Lençóis; Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Bahia, Praça Otaviano Alves, 08 – Centro – Lençóis – BA Tel. 75 33341123/ 71 91486756/ 75 97116107

 

Publicidade
Publicidade