Notícias

7ª edição do Guia Chapada Diamantina traz roteiros inéditos

Guia-Chapada-Diamantina-capa guia7

A Cachoeira da Fumacinha, em Ibicoara, foi a escolhida para a capa da nova edição | Foto: Tom Alves

Planejar uma viagem à Chapada Diamantina, no coração da Bahia, requer dedicação. Para ajudar nesta “empreitada”, o Guia Chapada Diamantina reúne todas as informações necessárias para quem deseja conhecer a região. Com 204 páginas repletas de fotos, mapas, opções de passeios, de hospedagem e de restaurantes, a 7ª edição do periódico revela aos viajantes 82 atrativos, sendo 21 novos, espalhados em 12 diferentes cidades e distritos.

Para Branca Pires, uma das idealizadoras do Guia Chapada Diamantina, falar dos novos atrativos é também uma medida de preservação ambiental: “Este tipo de informação ajuda a desafogar os atrativos mais conhecidos e distribuir a visitação em diversos pontos, amenizando os impactos ambientais. A Chapada é linda e tem muita coisa para ser visitada!”, explica a diretora da Flora Comunicação.

Além dos atrativos, o Guia traz dicas úteis para planejar a sua viagem, como distâncias e tempo a pé ou de carro, nível de dificuldade dos roteiros e preços praticados pelas agências de turismo da região. Informações gerais sobre telefonia, clima e serviços bancários também fazem parte do periódico, que inclui ainda dicas de segurança e preservação. Toda a complexidade da região é esclarecida em partes que abordam a história, a gastronomia e as tradições regionais, além de descrições detalhadas dos roteiros de trekking pelo Vale do Pati e passeios de uma semana em todo o território, conhecidos como Volta ao Parque.

Com mais de 200 fotos, o guia é repleto de informações detalhadas, essenciais para aqueles que planejam visitar a Chapada Diamantina. “A gente entende que a promoção de um destino é muito mais que mostrar as belezas do local: é ajudar o turista a aproveitar ao máximo a sua viagem, com tranquilidade e segurança. Além disso, quanto mais o viajante conhece as riquezas deste lugar, mais consciência e cuidados ele terá”, explica Branca. Por conta destes aspectos, o Guia estimula os visitantes a conhecerem a região fora da alta temporada e dos feriados prolongados. “Na baixa temporada, o turista vai curtir melhor o lugar e ainda economizar. Outro ponto positivo é que isto ajuda na preservação do local, minimizando o impacto nos atrativos”, pontua a diretora.

Disponível em inglês e português, o Guia Chapada Diamantina pode ser adquirido pelo site www.legitimosdachapada.com.br/guia-chapada-diamantina – loja virtual vinculada ao Guia Chapada Diamantina – com entrega em todo o Brasil e exterior; na página oficial no Facebook e em diversos pontos de venda da região.

O preço sugerido é de R$ 49,00.

Informações à imprensa:

[email protected]

 

Abaixo uma prévia com algumas páginas internas da 7ª edição do Guia Chapada Diamantina:

 

 

Publicidade
Publicidade