Notícias

10 curiosidades sobre o Vale do Pati

Da Redação – 02 de dezembro de 2022

As paisagens são alucinantes! Não por acaso, o Vale do Pati ganhou o prêmio de melhor roteiro do país, em 2010, segundo o Ministério do Turismo. Confira 10 curiosidades para você viajar!

Visual incrível da casa de Seu Wilson | Foto: Caiã Pires

Saiba mais sobre o Vale do Pati, um lugar cheio de vida, de encantos e de peculiaridades! No coração do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o passeio pelo Vale do Pati é um dos mais belos caminhos de contemplação do Brasil.

O trekking pelo vale oferece uma experiência singular ao nos colocar em contato com os moradores locais – de vidas muito simples e muito ricas de histórias e saberes – além de proporcionar momentos de contemplação e reflexão durante as longas caminhadas, subindo e descendo montanhas, com altitudes entre 400 e 1.000 metros acima do nível do mar.

Para aproveitar bem os encantos do lugar, o ideal é investir na preparação física com certa antecedência, garantindo bom desempenho ao longo das caminhadas. Reserve pelo menos três noites, contrate um guia e confira as curiosidades que o Guia Chapada Diamantina selecionou pra você:

1. Onde fica o Vale do Pati?

Vale do Pati é uma faixa geográfica dentro do Parque Nacional da Chapada Diamantina, uma área protegida pelo Instituto Chico Mendes (ICMBio).

Acesso por Andaraí (Rampa do Caim) | Foto: Açony Santos
Acesso por Andaraí (Rampa do Caim) | Foto: Açony Santos

2. Como chegar ao Vale do Pati?

O Vale tem três principais acessos: por Guiné (distrito de Mucugê), por Andaraí e pelo Vale do Capão (distrito de Palmeiras).

Acesso pelo Guiné (Rampa) | Foto: Caiã Pires
Acesso pelo Guiné | Foto: Caiã Pires
Um dos mirantes do Vale do Pati | Foto: Caiã Pires

3. Quem mora no Vale do Pati?

De 400 famílias que chegaram a viver dentro do Vale no século passado hoje restam cerca de 10 que são nativas. As trilhas percorridas atualmente por turistas eram utilizadas para escoar o café que era plantado, anos atrás.

O local já teve escola, igreja e até prefeitura, que foram adaptados para receber turistas em instalações bem simples, porém muito limpas e organizadas. Algumas oferecem almoço e café da manhã de-li-ci-o-sos!

Casa de Seu Wilson | Foto: Caiã Pires
Casa de Seu Wilson | Foto: Caiã Pires
Cozinha da Casa de Seu Wilson | Foto: Caiã Pires
Cozinha da Casa de Seu Wilson | Foto: Caiã Pires
Casa de Dona Raquel, no Vale do Pati | Foto: Jeilson Barreto Andrade
Casa de Dona Raquel, no Vale do Pati | Foto: Jeilson Barreto Andrade
Casa de Dona Raquel| Foto: Thais de Albuquerque
Casa de Dona Raquel| Foto: Thais de Albuquerque

4. Como é a biodiversidade do Vale do Pati?

O Vale do Pati é um dos poucos lugares da Chapada com resquício de Mata Atlântica intocada. Trilhas e poços de cachoeiras para banho podem ser encontrados nesse oásis da biodiversidade e do sossego.

Cachoeira do Calixto, no Vale do Pati | Foto: Caiã Pires
Cachoeira do Calixto, no Vale do Pati | Foto: Caiã Pires

5. O Vale do Pati possui energia elétrica?

Lá só tem energia solar, suficiente para carregar celulares e baterias das máquinas fotográficas e celulares. A geladeira é a gás. O banho, na maior parte dos chuveiros, é gelado, porém algumas casas oferecem chuveiro com água quente, graças a uma técnica de serpentinas aquecidas com o calor do sol.

Casa de Dona Léia | Foto: Alex Uchôa
Casa de Dona Léia | Foto: Alex Uchôa

6. No Vale do Pati também tem cachoeiras?

Existem pelo menos cinco que são imperdíveis: Calixto, Lajes, Funis, Altina e claro o Cachoeirão, com 270 metros, a segunda maior cachoeira da Chapada Diamantina – atrás somente da Fumaça, com 360 metros.

Cachoeira dos Funis | Foto: Caiã Pires

7. Existem grutas no Vale do Pati?

O Morro do Castelo tem uma gruta em seu topo! É preciso atravessá-la para ter acesso a um mirante incrível, lá no alto.

Gruta do Castelo | Foto: Caiã Pires
Gruta do Castelo | Foto: Caiã Pires
Gruta do Castelo | Foto: Alex Uchôa
Gruta do Castelo | Foto: Alex Uchôa

8. Por que o nome Morro do Castelo?

“Esse nome foi colocado pelos hippies, que achavam o morro parecido com um castelo. Mas os nativos nunca viram um castelo. Como saberiam se é semelhante?! Para os patizeiros, é o Morro da Lapinha”, comenta Seu Wilson.

Morro do Castelo, no Vale do Pati | Foto: Açony Santos
Morro do Castelo, no Vale do Pati | Foto: Açony Santos

9. Como os suprimentos chegam no Pati?

A maioria dos suprimentos (comida, gás, entre outras coisas) chegam ao vale no lombo de cavalos, jegues ou a pé mesmo.

Foto: Açony Santos | www.acony.com.br
Foto: Açony Santos | www.acony.com.br
Transporte de Mercadorias no Vale do Pati | Foto: Caiã Pires
Transporte de Mercadorias no Vale do Pati | Foto: Caiã Pires

10. Acontecem festas populares no Vale do Pati?

Para divertir os andarilhos após as caminhadas, existe um grupo de forró pé de serra chamado Filhos de Raqué, formado pelos descendentes da nativa mais famosa do vale, a Dona Raquel. É possível “forrozear” durante as festas de São João, Carnaval e Réveillon.

Grupo "Filhos de Raqué" | Foto: Thais de Albuquerque
Grupo “Filhos de Raqué” | Foto: Thais de Albuquerque

“O Vale do Pati é o lugar mais bonito do Brasil na minha opinião. Nenhuma foto consegue transmitir o que você sente quando está dentro do Vale: é uma aventura para toda a vida”, descreve o turista carioca Roberto Stein.

Para saber ainda mais sobre o lugar, leia o Diário de bordo de um trekking de 5 dias no Vale do Pati, e confira estas Dicas úteis para organizar sua viagem.

Veja outras dicas, roteiros e fotos! Adquira aqui o seu e-book!

Mapa do Vale do Pati
Um dos mapas exclusivos do Guia de Viagem Chapada Diamantina


Publicidade
Publicidade
error: Content is protected !!