Notícias

segunda-feira, 23 dezembro, 2019 às 8:00 | Atualizado em: 23 dezembro, 2019 às 10:48

Chapada Diamantina com crianças

Sugestão de roteiro para explorar a região com seus pequenos


por Louise Pita


A Chapada Diamantina é um verdadeiro parque de diversões a céu aberto. É um lugar encantador e tem uma mágica especial. Apesar de ser local de turismo de aventura, garantimos: é possível – e uma delícia – visitá-la com crianças!

Cavernas, cachoeiras, rios, escaladas e muita caminhada: tudo isso pode fazer parte de um roteiro com os pequenos neste paraíso do centro da Bahia. Confira abaixo uma sugestão de roteiro bem interessante para explorar a região sem cansar ou estressar crianças e pais. Que tal começar a organizar a viagem de final de ano com os pimpolhos?

Sugestão de Roteiro:

Dia 1 – Para começar, bem próximo ao centro de Lençóis, visite os famosos caldeirões de águas avermelhadas do Serrano, o salão de areias coloridas e as cachoeiras Primavera e Cachoeirinha. Este passeio é curto e pode ser feito em apenas quatro horas.

Caldeirões naturais do Serrano, em Lençóis | Foto: Caiã Pires

Caldeirões naturais do Serrano, em Lençóis | Foto: Caiã Pires

Dia 2 – Um roteiro de dia inteiro para visitar a parte norte da Chapada Diamantina e a cidade de Iraquara. Para começar, um passeio pela caverna da Lapa Doce para desbravar as estalactites e estalagmites. Depois, uma visita à Fazenda da Pratinha; um lago cristalino de água azul clara com uma tirolesa de 12 metros de altura. Para finalizar, um lindo final de tarde ensolarado e uma subida ao famoso Morro do Pai Inácio, com vista de 360 graus do topo da montanha.

Alto do Morro do Pai Inácio | Foto: acervo

Alto do Morro do Pai Inácio | Foto: acervo

Dia 3 – Um passeio de barco no mini-pantanal do Marimbus, que fica entre Lençóis e Andaraí. Ao fim do trajeto de barco, ainda é possível relaxar nos caldeirões naturais do Rio Roncador. No final do dia, uma sugestão é visitar a pitoresca vila de Igatu e pernoitar por lá.

Crianças do Grupo Escoteiro Waldemar Souza Oliveira se divertem no rio Roncador | Foto: Divulgação

Crianças do Grupo Escoteiro Waldemar Souza Oliveira se divertem no Rio Roncador | Foto: Divulgação

Dia 4 – Dia de conhecer a pequena Vila de Igatu. O local é encantador pelo estilo da arquitetura, pela Igreja de São Sebastião, pelas ruas e casas de pedra do “bairro fantasma” e pela Galeria Arte & Memória. Para refrescar, um banho no Córrego do Meio, na Cachoeira dos Pombos e no Poço da Madalena, próximos do centro da Vila. Vale a pena passar mais uma noite por lá, ou voltar para Lençóis no final do dia.

Vila de Igatu | Foto: Açony Santos

Vila de Igatu | Foto: Açony Santos

Dia 5 – Para fazer um dia bem light, no retorno de Igatu, a pedida é conhecer o Ribeirão do Meio, a apenas 3 km do centro de Lençóis. O local tem uma grande piscina e um escorrega natural.

Ribeirão do meio, em Lençóis | Foto: Açony Santos

Ribeirão do meio, em Lençóis | Foto: Açony Santos

Dia 6 – Para finalizar, um passeio para a Cachoeira do Mosquito, que fica na Fazenda Santo Antônio. O nome deriva do tipo de diamante que era encontrado nas proximidades, pequeno e sem valor comercial. A trilha é de aproximadamente 25 minutos, de nível fácil e conta com escadas de pedra e corrimão para facilitar o acesso. Depois do almoço regional na Fazenda, a ideia é seguir para o Rio Mucugezinho e Poço do Diabo, trilha de nível médio e visual maravilhoso.

Cachoeira do Mosquito, em Lençóis | Foto: Branco Pires

Cachoeira do Mosquito, em Lençóis | Foto: Branco Pires

 

Para outras dicas de roteiro, onde ficar, agências de turismo, mapas e muito mais: www.legitimosdachapada.com.br/guia-chapada-diamantina

 



Mais redes sociais:

Conte pra nós

O que você gostaria de fazer na Chapada Diamantina?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Previsão
do tempo