Notícias

Cachoeira da Fumaça entre as maiores do Brasil

Muitas dúvidas pairam sobre qual é a maior cachoeira do Brasil. Esse fato se deve, em grande parte, pela dificuldade de acesso às cachoeiras gigantes no país. Como poucas pessoas estiveram nestes locais, fica difícil comprovar e garantir exatamente qual é a cachoeira que pode levar o título de mais alta do país. Mas em um ponto, a maioria dos pesquisadores da área concordam: acessível em apenas um dia de trilha, a Cachoeira da Fumaça, na Chapada Diamantina, leva o título de mais alta com melhor acesso do Brasil!

Cachoeira da Fumaça. Foto: acervo agência Nas Alturas

As maiores do mundo
Em termos mundiais a discussão também existe. As 3 maiores cataratas do mundo competem em categorias distintas: volume d´água, altura e extensão. A catarata do Niágara (considerando os dois lados: Canadá e Estados Unidos) possui 930m de extensão e cerca de 35 a 57m de altura, com o maior volume d´água em suas quedas.

Catarata de Niágara. Foto: Google

Enquanto isso, a catarata de Victória, na fronteira dos países africanos Zâmbia e Zimbabwe, é a mais alta do mundo com 128m de altura e 1.500m de extensão.

Catarata de Victória. Foto: Google

Já a catarata de Iguaçu, na fronteira do Brasil e Argentina, leva o título de mais extensa, com 275 cachoeiras, 2.700m de extensão e cerca de 60 a 82m de altura.

Catarata de Iguaçu. Foto: Google

As maiores do Brasil
O embate da maior cachoeira do Brasil gira em torno de El Dorado, a massiva cachoeira com grande volume d´água e queda única que fica na Serra do Aracá, no estado do Amazonas, nos tepuis da Amazônia ocidental e próxima ao Monte Roraima e Pico da Neblina. Essa cachoeira gigante é registrada com 353m de altura e acessível somente em uma expedição selvagem de 10 dias, sendo 6 dias de barco e 4 dias de trekking em floresta amazônica densa e fechada. Quem já foi diz que o espetáculo é indescritível, o volume d´água é realmente intenso, o entorno de floresta Amazônica intocada e os abismos cravados nas altas montanhas completam a magia do tesouro perdido.

Cachoeira do El Dorado. Foto: Google

Recentemente, em novembro de 2019, El Dorado perdeu o seu posto de número 1 quando pesquisadores descobriram uma cachoeira gigante no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, na região serrana do Rio de Janeiro. A expedição de 10 dias, com ares de odisseia e elevado nível técnico de montanhismo, revelou a Cachoeira da Neblina. A descoberta pelo grupo de renomados estudiosos, durante pesquisa sobre a bacia hidrográfica da região, registra que a cachoeira possui mais de 450m de altura! Mas para chegar lá, somente com a experiência de atletas e montanhistas de alta performance.

Cachoeira da Neblina. Foto: Google

Segundo o ranking das mais altas quedas d´água do Brasil, da ONG Projeto Cachoeiras Gigantes, outras duas cachoeiras localizadas no Monte Roraima/RR figuram como maiores que El Dorado e menores que a Neblina. As Nascentes Norte e Sul do Rio Cotingo possuem 375m e 365m de altura respectivamente. Mas além de serem menos famosas, também possuem acesso bastante difícil e logística complexa.

Monte Roraima. Foto: Google

Chegamos então na Cachoeira da Fumaça no Parque Nacional da Chapada Diamantina, no coração da Bahia! A trilha mais fácil tem esforço de nível moderado, mas em apenas um dia caminhando 12km (ida e volta) é possível chegar ao topo para apreciar o abismo da queda e o visual panorâmico das montanhas. Outras trilhas com acampamento selvagem levam os mais aventureiros para caminhos de nível moderado e difícil, por 36km durante 3 dias no Parque Nacional para aproveitar o vale da Cachoeira da Fumaça. A experiência é considerada por muitos visitantes como um dos melhores trekkings do Brasil.

Cachoeira da Fumaça por cima. Foto: Açony Santos

Os 340m de queda livre proporcionam verdadeiros espetáculos nas diferentes estações do ano, seja quando a cachoeira possui forte volume d´água (depois das chuvas) ou quando seu volume é apenas um filete, que vaporiza pelo vale antes de tentar tocar o fundo, criando a famosa cortina de fumaça! A Cachoeira da Fumaça e a beleza de sua dança nos paredões dos cânions que a abraçam, emociona e confirmam o título da famosa cachoeira gigante do Brasil como um lugar imperdível aos amantes da natureza.

Cachoeira da Fumaça por baixo. Foto: Açony Santos

Conteúdo fornecido pela turismóloga Aline Tiagor, do site Go Green Brazil, dedicado aos amantes de Parques Nacionais. Acesse!

 

Publicidade
Publicidade