Notícias

quarta-feira, 5 dezembro, 2018 às 9:53 | Atualizado em: 7 dezembro, 2018 às 14:29

Muito além dos nudes

Conheça a fotógrafa da Chapada Diamantina que busca naturalizar o corpo nu


Thais de Albuquerque


Fotografar a Chapada Diamantina é incrível porque agrada a todos os gostos: dos profissionais super equipados aos amadores com câmeras de celular. Tem paisagem, pôr do sol, céu estrelado, animais, flores, arquitetura histórica, gastronomia, eventos esportivos, shows musicais, manifestações culturais, aspectos cotidianos, entre muitos outros temas. A riqueza é tanta que região já foi pano de fundo para livros fotográficos, filmes, novelas e ensaios de grandes marcas, provando que a Chapada Diamantina possui, indiscutivelmente, um dos cenários mais bonitos do mundo.

Foi essa atmosfera que inspirou o olhar da fotógrafa argentina Lucía Puiggros, que vem desenvolvendo um trabalho que ela mesma chama de “um banho de autoestima e empoderamento através da fotografia”. Ela clica mulheres comuns – muitas vezes nuas -, à vontade em sua plenitude, integradas aos rios, às matas e às rochas da Chapada Diamantina.

Lu começou a fotografar aos 17 anos, por prazer. Foi assistente de fotos publicitárias durante 2 anos, além de trabalhar com fotos de atrizes e modelos. A fotografia de moda foi onde ela passou mais tempo, sempre encantada pela estética feminina e pela sutileza de fotografar corpos, rostos, expressões. Depois deste longo período retratando pessoas milimetricamente produzidas, iluminadas e posicionadas, ela passou a ter maior interesse por fotos naturais, com menos maquiagem, produção e tratamentos de Photoshop.
Chegou à Chapada Diamantina em 2015 e logo engravidou de Tao. Durante o puerpério, entre as fotos que tirava de seu bebê, brincava de autorretrato. Vendo-se ali, em sua mais alta potência feminina – crua, despida e natural, gostou de como se sentiu, especialmente num momento em que muitas mulheres se sentem exaustas, solitárias e esteticamente abreviadas. Esse foi o gatilho que a fez querer levar esta experiência a outras mulheres.

No início, a intenção era oferecer o registro destes episódios tão sutis da vida das mulheres, como a gravidez, o puerpério, a amamentação, trazendo aos ensaios uma atmosfera mais sensível, menos colorida e menos artificial.

Com o tempo, decidiu por expandir a proposta a mais mulheres que estivessem interessadas em interagir com a natureza de forma espontânea, natural e real. “Esta é uma ferramenta de empoderamento feminino. A sociedade faz com que a gente se julgue muito e às vezes de forma negativa, nos colocando pra baixo, principalmente no sentido estético. Muitas mulheres que eu fotografei se surpreenderam com o resultado, pois elas se acharam bonitas, até sensuais, mesmo com as imperfeições do corpo. É um banho de autoestima, já que ela estabelece um novo olhar sobre si mesma”, relata Lu.
A fotógrafa também se inspira na direção dos filmes analógicos e do cinema, construindo um clima nostálgico em seu trabalho.


“Minha intenção é naturalizar o corpo nu da mulher. Deixar de vê-lo como um objeto sexual e permitir um encontro com sua poesia, mostrar a beleza na diversidade dos corpos, assim como as diferentes fases na vida da mulher: menstruação, gravidez, pós parto, aleitamento materno, menopausa, velhice… pois já tá na hora de deixar de esconder o que é natural em nossas vidas.” reflete Lu.
O convite por esta experiência estende-se a todas as pessoas que alguma vez sonharam em fazer um ensaio fotográfico natural, que não necessariamente deve ser nu, e que vê na Chapada Diamantina, um cenário inspirador.

Você pode encontrar a Lu Puiggros no instagram: @lu.puiggros

Você também pode gostar de:
Mulheres das Montanhas: Conheça as guias de turismo que atuam na Chapada Diamantina!
Mulheres empreendedoras: Conheça 12 gestoras da Chapada Diamantina em busca de sucesso e realização pessoal
Da Chapada Diamantina a Curitiba de bike: Acompanhe o relato de viagem feito por Gracielle, uma mulher sem medo de desafios!
Mulheres cafeicultoras de Piatã destacam-se no Concurso Florada Premiada

 

 

 

 

 

 



Mais redes sociais:

Conte pra nós

O que você gostaria de fazer na Chapada Diamantina?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Previsão
do tempo