Notícias

sábado, 1 setembro, 2018 às 10:33 | Atualizado em: 1 setembro, 2018 às 13:59

História de garimpeira negra chega à telona em Lençóis

Mulher, negra e garimpeira. Assim é Chica, protagonista do curta-metragem filmado na Chapada Diamantina


Redação Flora


A obra será lançada no domingo (02/09), às 19 horas, na Praça das Nagôs, em Lençóis, como parte da programação do Circuito Nacional de Exibição do Revelando os Brasis Ano VI.

A história
Para construir a ficção, repleta de elementos do realismo fantástico, a diretora criou uma história sobre uma garimpeira sonhadora, ousada e corajosa. A obra ressalta o jeito de viver desta mulher que escolheu morar isolada na região do garimpo, numa casa à luz de vela, a quatro quilômetros da sede da cidade. “Chica foi uma inspiração, mas ficcionei a trama. O filme não é uma biografia. Quero destacar o garimpo feminino, a mulher no garimpo, uma atividade essencialmente ocupada por homens e fazer uma homenagem a esta mulher, negra e garimpeira”, conta Andrea Guanais.
Veja cenas dos bastidores das gravações

O filme também parte em busca de traços comportamentais de uma região cujo passado foi marcado pela cultura do garimpo. Na história, por exemplo, a diretora revela a fé como um dos suportes de quem dedica a vida a garimpar, pois não resta ao garimpeiro muito mais em que acreditar, avalia a diretora.

Segundo Andrea, um dos traços deste jeito de viver é a devoção católica no padroeiro dos garimpeiros: Nosso Senhor dos Passos. E muitas vezes, ela conta, o catolicismo de alguns destes fieis caminhava também ao lado de outras religiões. Para abrir caminhos na esperança de “desenfusar” (desencavar) uma pedra preciosa, alguns garimpeiros também recorriam ao Jarê, religião de matriz africana ligada ao candomblé, crença muito comum na região da Chapada Diamantina. Este, dentre tantos elementos, pode ser encontrado na ficção criada pela diretora para compor a coleção de histórias do Revelando os Brasis.

A diretora do filme
Historiadora com pós-graduação em Antropologia e Turismo, Andrea Guanais nasceu em Salvador e mora em Lençóis há 17 anos. É professora de História da rede estadual e ministra aula para o ensino médio. A professora gosta de ouvir, contar e escrever histórias e desenvolveu o blog África Brasis sobre africanidades, curiosidades e educação, direcionado a contribuir para o ensino da História da África nas escolas, auxiliando alunos, professores e pesquisadores com indicações de livros, filmes e matérias sobre o assunto.  Neste caminho de descobertas, o audiovisual despontou na vida de Andrea como instrumento de comunicação, educação e de resgate de histórias como a da mulher garimpeira.

Caravana de cinema Brasil afora
Iniciada em 22 de agosto, a caravana de cinema seguirá até 11 de outubro por ruas e praças de doze estados para exibir em sessões abertas e gratuitas as ficções e documentários feitos por moradores de pequenas cidades com até 20 mil habitantes.Os 15 filmes de curta-metragem foram produzidos pelo projeto a partir de histórias reais ou inventadas contadas e dirigidas por moradores das próprias comunidades. O Revelando os Brasis Ano VI tem patrocínio da Petrobras e realização do Instituto Marlin Azul.

A estrada
Adaptado para se transformar em cabine de projeção, o caminhão-cinema é equipado com uma tela de seis metros de altura, projetores, sistema de sonorização e 200 cadeiras para acomodar os espectadores. Ao longo de 51 dias, a caravana irá visitar as seguintes cidades: Vargem Alta e Laranja da Terra (ES), Urucuia e Barroso (MG), Lençóis e São José do Jacuípe (BA), Quebrangulo (AL), São Domingos do Cariri (PB), Icapuí (CE), Bom Jesus do Tocantins (PA), Arraias (TO), Nossa Senhora do Livramento (MT), Guarujá do Sul (SC), Antônio Prado (RS) e Águas de Lindóia (SP). Também receberão a mostra os municípios de Linhares (Vila de Regência) e São Mateus, no Espírito Santo.

Oito documentários, seis ficções e um filme que mistura os dois gêneros compõem a sexta edição do Revelando os Brasis. Além da obra produzida na cidade, cada sessão inclui a exibição de uma seleção de filmes feitos em outros municípios, totalizando uma programação de uma hora e meia de duração. Com direção, roteiro e produção dos moradores selecionados, a mostra traz um conjunto de histórias sobre memórias, lendas, personagens populares e tradições das pequenas cidades, destacando temas que registram a diversidade cultural brasileira e valorizam novas expressões e novos olhares sobre o Brasil.

SERVIÇO
Evento: Lançamento do filme Chica
Data: 02 de setembro (domingo)
Local: Praça das Nagôs – Lençóis
Horário: 19 horas

Mais informações sobre o projeto
Instituto Marlin Azul
Assessoria de Comunicação
Marialina Antolini/ Simony Leite Siqueira
(27) 98123-8545/ (27) 99695-7093/ (27) 3327-6999

Guia Chapada Diamantina #7 com FRETE GRÁTIS
Gostou? Veja este e outros atrativos, fotos, dicas, roteiros e muito mais em nosso Guia Impresso. Além de tudo, ele vem com o pôster gratuito do mapa do Parque Nacional e das cidades e vilas. Aproveite o frete grátis para todo o Brasil!

Guia Chapada Diamantina – sétima edição + pôster com mapa GRÁTIS!

 

 



Mais redes sociais:

Conte pra nós

O que você gostaria de fazer na Chapada Diamantina?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Previsão
do tempo