Notícias

segunda-feira, 3 dezembro, 2018 às 12:10 | Atualizado em: 3 dezembro, 2018 às 15:48

Brigada de resgate ambiental de Piatã ganha sede

"Altitude Ambiental" comemora a conquista, que permite uma melhor capacitação de seus voluntários.


Thais de Albuquerque


Dia 27 de novembro, a Brigada Altitude Ambiental, de Piatã,  comemorou a inauguração de sua sede. O local foi cedido pela prefeitura municipal, a fim de que a instituição possua um espaço próprio para preparar e organizar suas ações de combate a incêndios florestais e resgate a vítimas em ambientes naturais. “Esta foi uma grande conquista, pois é a primeira vez que nossa brigada tem uma sede própria. Agora poderemos  desenvolver um trabalho mais completo porque temos um espaço ideal para encontros, treinamentos, capacitações, cursos, entre outras atividades” comemora Ricardo Xavier Pina, presidente da Brigada.
O evento contou com a participação de representantes do poder municipal, do corpo de bombeiros, do inema, dos brigadistas e da sociedade civil.

Da esquerda para a direita: Simone Alcantara, coordenadora geral UC chapada diamantina (Inema), Major Jean Vianey Comandante do 11° GBM/Itaberaba e do 2° SGBM/Lençóis, Paulo Henrique delegado titular da DT de Piatã, Prefeito Edwilson e Vice prefeito Adecio.

 

A Brigada Altitude Ambiental
É uma associação sem fins lucrativos atuante desde 2006 e formalizada em 2011. São 12 anos de trabalho voluntário desempenhando diversas atividades pela preservação ambiental de Piatã, principalmente enquanto brigada voluntária de combate a incêndios florestais.

“O trabalho da instituição é permanente, por isso, buscamos parcerias, mesmo fora do período de estiagem, para manter a Sede ativa e com membros capacitados; recrutar e treinar voluntários para combate, utilizando a sede como estrutura para este fim; e atuar nos três pilares da prevenção a incêndios: Monitoramento, Educação Ambiental e Reflorestamento.” comenta o presidente Ricardo Xavier.

Atualmente, a Altitude Ambiental conta com 30 membros fixos, além de alguns colaboradores. Em temporadas de combate a incêndios florestais, a entidade já chegou a mobilizar cerca de 30 voluntários trabalhando simultaneamente, entre brigadistas, motoristas e outras pessoas.

Com as recentes parcerias com a Defesa Civil, Inema, Corpo de Bombeiros  e a Prefeitura Municipal de Piatã, a Altitude Ambiental obteve recursos para atuar durante os incêndios e conquistar sua primeira sede.

Brigadas reunidas recebendo rádios de comunicação móvel.

Monitoramento e prevenção a incêndios
A Brigada Altitude Ambiental colaborou com a recente execução do projeto de monitoramento de incêndios florestais em andamento na Chapada Diamantina. O projeto partiu de uma decisão do Conselho Consultivo do Parque Nacional da Chapada Diamantina (CONPARNA-CD), que estabeleceu como prioridade o restabelecimento do sistema de comunicação de rádio da região, em 2016. A elaboração do projeto é uma parceria entre Defesa Civil, órgão gestor do Parque Nacional da Chapada Diamantina (ICMBio), Inema, brigadas voluntárias e outras entidades vinculadas ao Conselho. O recurso, viabilizado através de uma emenda parlamentar da deputada Lídice Damata, foi suficiente para abranger outros municípios além do Parque Nacional, totalizando a  instalação de 10 antenas de bases fixas de pontos altos e estratégicos na região.

 



Mais redes sociais:

Conte pra nós

O que você gostaria de fazer na Chapada Diamantina?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Previsão
do tempo