Notícias

segunda-feira, 1 janeiro, 2018 às 10:17 | Atualizado em: 1 janeiro, 2018 às 19:39

13 coisas para se fazer no Vale do Capão

Nossas sugestões para você explorar este lugar fascinante!



O Vale do Capão, distrito de Palmeiras, na Chapada Diamantina, é muito mais do que um santuário ecológico: é um lugar fascinante! O clima de esoterismo e paz está presente no dia a dia da comunidade e foi trazido por jovens ainda embalados pelos sonhos dos anos 70. Hoje, muitas pessoas continuam chegando dos grandes centros urbanos e até de outros países, à procura de autoconhecimento, espiritualidade, contemplação e uma vida mais sustentável.

Nós do Guia Chapada escolhemos 13 coisas para você fazer no Vale do Capão. Confira:

1- Subir a Cachoeira da Fumaça

Uma das maiores do país e da América do Sul, impressiona os visitantes pelo seu imenso paredão e queda d’água de quase 400 metros de altura! O nome se refere ao efeito provocado pela força dos ventos, que impede a água de chegar à base, formando uma espécie de fumaça com as gotículas que são borrifadas para cima. Até o topo da cachoeira são 6 km de caminhada, sendo que 2 km são  de subida. O percurso leva cerca de 2h30.

Cachoeira da Fumaça, no Vale do Capão/Palmeiras | Foto: Dmitri de Igatu

Cachoeira da Fumaça, no Vale do Capão/Palmeiras | Foto: Dmitri de Igatu

2- Comer o pastel de palmito de jaca 

Na Chapada é comum se deparar com receitas com o palmito da jaca. Mas não pense que tem o tradicional gosto da fruta. Só experimentando pra saber! Em alguns lugares também é possível encontrar coxinhas e moquecas com a iguaria.

Pastel de Palmito de Jaca.| Foto: Açony Santos

Pastel de Palmito de Jaca | Foto: Açony Santos

3- Participar de práticas terapêuticas

Trocar as longas caminhadas e os calçados de trekking pelos pés descalços, momentos de reflexão e puro relaxamento, é uma das opções de lazer reservadas aos visitantes do Vale do Capão. Várias pousadas oferecem diversas práticas terapêuticas como: Retiros espirituais, aulas de Yoga, rodas de cura, massagem, acupuntura, estudos Xamânicos etc..

Círculo de Mulheres, na Castelar Alvorada | Foto: Thais de Albuquerque

Círculo de Mulheres, na Castelar Alvorada | Foto: Thais de Albuquerque

 

4- Assistir a um espetáculo do Circo do Capão

Com espaço fixo no Vale e apresentações itinerantes, o Circo do Capão é um espaço de cultura, lazer, entretenimento, artes circenses, dança, teatro, música e tudo que a sua imaginação e a lona couberem.

Espetáculo no Circo do Capão | Foto: Renata Reis

Espetáculo no Circo do Capão | Foto: Renata Reis

5- Degustar um bom café na Terroá Cafés Especiais

Na entrada da Vila, há um pequena cafeteria da Terroá Cafés Especiais onde é possível degustar um dos melhores blends de Piatã e região. Você terá o privilégio de degustar cafés cultivados em lavouras situadas entre 1.100 e 1.500 metros de altitude. E o que isso tem de especial? A altitude é um elemento natural decisivo a controlar a qualidade do café, quanto mais alto, mais aromático sãos os grãos. Ou seja, mais saborosos e perfumados!

Mesa posta com café da Terroá Cafés Especiais | Foto: Divulgação

Mesa posta com café da Terroá Cafés Especiais | Foto: Divulgação

6- Ir a Feira

Muito além de verduras e hortaliças, a feira do Vale do Capão é quase um evento! Realizada aos domingos, é o local perfeito pra quem conhecer um pouco mais do estilo de vida do Capão, bater bons papos e ainda curtir a apresentação de capoeira no Coreto.

Feira do Vale do Capão | Foto: Caiã Pires

Feira do Vale do Capão | Foto: Caiã Pires

 

7- Curtir algum festival de música

Atualmente o Vale do Capão conta com 3 festivais anuais de altíssimo nível: Festival de Jazz, de Reggae e o de Blues. As datas variam muito de ano para ano, fique atento a nossa agenda de eventos.

Festival de Jazz do Capão | Foto: Divulgação

Festival de Jazz do Capão | Foto: Divulgação

8- Passar um fim de tarde no Riachinho

Localizada na estrada que liga a vila do Capão ao município de Palmeiras, está a bela cachoeira de 12 m de altura e um poço com trilha calçada de fácil acesso.  O atrativo integra a unidade de conservação Parque Natural Municipal do Riachinho.

Riachinho, no Vale do Capão | Foto: Caiã Pires

Riachinho, no Vale do Capão | Foto: Caiã Pires

9- Comer pizza integral na Pizzaria Capão Grande

Com apenas dois sabores de pizza: a salgada e a doce, são vários motivos que fazem desse lugar especial, seja pelo atendimento simpático, pela combinação perfeita do mel com pimenta que acompanha os pedidos ou pelo original corte em estrela das pizzas.

Pizza integral Capão Grande | Foto: Branco Pires

Pizza integral Capão Grande | Foto: Branco Pires

10- Experimentar os licores de Seu Palito

A Licoteria do Palito é um lugar característico da região, e que propõe sabores inconfundíveis e com a identidade cultural do lugar. Tem licor de chocolate, frutas locais e até de flores!

Licoteria do Palito | Foto: Claudio Xavier

Licoteria do Palito | Foto: Claudio Xavier

11-  Tomar banho de cachoeira no Rio Preto e nas Rodas

Caminha-se uma hora e meia para chegar até a Cachoeira do Rio Preto, local com uma piscina natural de 50 m de extensão. No caminho de volta, está a Cachoeira das Rodas, com piscinas naturais e vista para um cânion.

Rio Preto | Foto: Ana Luz

Rio Preto | Foto: Ana Luz

12- Conhecer o comércio local

O Capão também é famoso por seus produtos, que vão desde sabonetes artesanais e alimentos orgânicos até roupas e bijuterias criativas feitas no próprio Vale ou trazidas de várias partes do mundo.

Loja Laje das Fadas | Foto: Thais de Albuquerque

Loja Laje das Fadas | Foto: Thais de Albuquerque

13- Dar um pulo em Conceição dos Gatos

A cerca de 10km do Vale do Capão, Conceição dos Gatos é um vilarejo que está começando a ganhar fama entre os turistas.  Seu cenário natural, repleto de montanhas e com uma flora exuberante, é propício para diversos passeios, como a Cachoeira de Baixo, de Cima e o Poço das Cobras. Integrante da “Trilha Griô das Águas”, que inclui contação de histórias e oficina de saberes tradicionais, Conceição dos Gatos tem construções de adobe, produção artesanal de farinha e uma Casa Grande e Senzala, que remonta ao período da escravidão na Chapada Diamantina.

Mais sobre Conceição dos Gatos

Cachoeira de Baixo, em Conceição dos Gatos | Foto: Marcelo Issa

Cachoeira de Baixo, em Conceição dos Gatos | Foto: Marcelo Issa

 

Mais informações sobre a Chapada Diamantina: www.legitimosdachapada.com.br/guia-chapada-diamantina

 

 


  • Acesse também
    Guia Lençóis

    notícias atualizadas
    semanalmente com
    conteúdos exclusivos.

    Visite
  • Compre o
    Guia Impresso

    Compre aqui e receba em
    casa seu guia com 204
    páginas + pôster com
    mapas!

    Comprar
  • Baixe agora!
    É grátis

    Smartphones
    e tablets

    IOS e ANDROID

    Experimente
  • Loja
    Virtual

    Produtos exclusivos
    da Chapada Diamantina.

    PARA TODO O BRASIL

    Visite

Mais redes sociais:

Conte pra nós

O que você gostaria de fazer na Chapada Diamantina?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Previsão
do tempo